Programa Primeiro Corte


O programa Primeiro Corte nasceu junto com o Pirenópolis Doc e tem por objetivo atuar como uma consultoria de montagem para filmes documentários, ensaísticos ou híbridos, que estejam em fase de edição. Nela os participantes têm a oportunidade de projetar trechos ou a íntegra de seus trabalhos e tê-los analisados e comentados por cineastas, montadores e documentaristas de renome nacional.

O Programa

O intuito é promover a troca de experiências entre profissionais consagrados e produtores e diretores de Goiás e do Brasil. Neste laboratório, os participantes submetem previamente suas obras em fase de montagem ao ministrante, o qual irá assistir, comentar e discutir os trabalhos durante os dias do festival. As obras selecionadas recebem a chancela do programa, que se torna, a cada edição, uma importante plataforma de montagem e projeção nacional.


O Ministrante

O programa Primeiro Corte foi coordenado na edições anteriores por Eduardo Escorel; Hilton Lacerda e Mariana Lacerda, respectivamente. Este ano, para a terceira edição, vamos receber Renato Vallone, um dos mais inventivos montadores do cinema brasileiro.

Oriundo da periferia do Rio de Janeiro, Renato também é Diretor, Fotógrafo e Designer de Som, e tem deixado sua marca autoral em trabalhos de cinema e vídeo. Montou filmes como CAMPO DE JOGO(FESTRIO 2014; 58º BFI London Film Festival 2014; Documentary Fortnight do MOMA – NY 2015) e CINEMA NOVO, ganhador do prêmioL’Oeil D’Or de Melhor Documentário no FESTIVAL DE CANNES  – 2016. Com CINEMA NOVO obteve reconhecimentos importantes na categoria como o prêmio de montagem no SANFIC Festival Internacional de Cine – CHILE; Melhor Montagem no Festival Internacional Panorama Coisa de Cinema, da Bahia, em 2016; e o Prêmio Ender Manzini de Montagem – Memorial do Cinema Paulista, também em 2016.

Programação

O laboratório de montagem acontecerá dentro da programação do III PirenópolisDoc, durante os dias 15, 16, 17 e 18 de Agosto, das 10h às 13h, no Campus da Universidade Estadual de Goiás – UEG, em Pirenópolis.

Filmes Selecionados:

Após dois meses de inscrições e um mês de seleção, divulgamos abaixo o resultado dos filmes selecionados para participarem do Programa Primeiro Corte.

É importante anunciar que ficamos muito felizes com a grande quantidade de inscritos: 32 filmes, de nove estados brasileiros, sendo 26 documentários e cinco ficções, entre eles, seis longas e 11 curtas-metragens. Todas as inscrições foram cuidadosamente analisadas pelo próprio ministrante do laboratório, Renato Vallone, que ressaltou a dificuldade em escolher apenas alguns, devido à grande potência dos projetos. Ele explicou: “Por mim, todos entrariam. Mas achei importante a troca, e usei como critério um diálogo entre eles”.

Foram escolhidos cinco filmes, três longas e dois curtas-metragens. E um dos desafios deste ano será justamente o de trabalhar com três longas. Lembramos que, ao final, todos os filmes receberão a chancela do Programa Primeiro Corte.

Confira abaixo a lista dos selecionados:

 

Diários de Classe (longa-metragem)

Frequentando salas de aula de alfabetização para adultos em escolas da periferia e no presídio feminino de Salvador, o documentário Diários de Classe encontra as histórias de três mulheres que buscam sobreviver em um sistema que insiste em apagar as suas vidas.

Direção: Maria Carolina da Silva e Igor Souza

Montagem: Iris de Oliveira e Maria Carolina da Silva

____________________
A Viagem de Ícaro (curta-metragem)

Ícaro é um catador de materiais recicláveis que carrega uma paixão por aviões e um sonho de voar. Todos os dias, durante sua jornada de trabalho, Ícaro procura materiais para vender e construir miniaturas de aviões. Ao ser despejado da cooperativa em que trabalhava, ele passa a morar em um barraco improvisado nos arredores do aeroporto.  Motivado pelo seu sonho, invade o monumento do 14 Bis em uma praça da cidade e é expulso do local. Ele decide, então, construir seu próprio avião com peças que ele encontra nas ruas e em ferros velhos, na esperança de conseguir voar.

Direção: Larissa Fernandes e Kaco Olímpio

Montagem: Luciano Evangelista

 

____________________

O Divino e sua Corte (longa-metragem)

Pompeu Cristovam de Pina: Advogado, vereador, pesquisador, folclorista e, no último ano de vida, Imperador do Divino. O Divino e sua Corte conta quem foi Pompeu e como ele preparou a memorável festa em louvor ao Divino Espírito Santo, as Cavalhadas de Pirenópolis-GO.

Direção: Gisela Maria

Montagem: Gisela Maria, Eliane de Castro e Adriana Rodrigues

 

____________________

O Brado Retumbante (longa-metragem)

A partir de um paralelo entre a propaganda política obrigatória das eleições presidenciais brasileiras de 1989 e 2014, o filme apresenta um debate sobre os rumos políticos do país, através de uma reflexão sobre os discursos dos candidatos e o papel da imagem na construção desses discursos.

Direção e Montagem: Fábio Rogério e Marcelo Ikeda

 

____________________
Traição (curta-metragem)

Traição. Lá no quilombo, traição é coisa boa. Surpresa do mutirão de amigos, trabalho em equipe e festança. Mas o mundo chegou lá.

Direção: Pedro Henrique Otto

Montagem: Júlio César Mahr

 

É importante que os realizadores selecionados levem para o laboratório seus respectivos computadores (com programas de edição) e os arquivos com as versões anteriores de seus cortes atuais, além de elementos (imagens, sons, sequências) que eventualmente ficaram de fora. É altamente recomendado que todos estejam de posse de suas câmeras durante os dias de trabalho.